Trabalho remoto: dicas para tirar o melhor proveito

  • 0
  • 11 de março de 2019
trabalho remoto

O trabalho remoto vem sendo adotado por um número crescente de empresas e profissionais.

Tanto que a nova legislação trabalhista regulou essa modalidade, também conhecida como teletrabalho.

Trabalhar remotamente significa prestar serviços à distância, geralmente de casa (home office), utilizando ferramentas digitais de integração e comunicação.

É possível trabalhar em home office sob o regime CLT ou prestar serviços a pessoas e empresas como autônomo (freelancer).

Em ambos os casos, é importante tomar certos cuidados para manter a produtividade e a motivação fora de um ambiente de trabalho tradicional.

Neste artigo falaremos sobre as vantagens, desvantagens e dicas para aproveitar ao máximo o lado bom do home office.

Confira!

trabalho remoto

Vantagens e desvantagens de trabalhar remotamente

Como quase tudo na vida, o trabalho remoto traz vantagens e desvantagens.

 

Principais vantagens

  • Economizar tempo e dinheiro.

A economia vem por não ter que enfrentar o trânsito ao ir e voltar do trabalho.

 

  • Conciliar com mais facilidade vida profissional e familiar.

Isso se aplica especialmente a quem tem filhos.

 

  • Poder levar uma rotina menos estressante e mais saudável.

Devido à flexibilidade de horários e comodidade de trabalhar de onde quiser.

 

Principais desvantagens

  • Maior necessidade de auto-organização.

É preciso ter disciplina para conseguir cumprir metas e evitar a procrastinação.

 

  • Isolamento social.

Trabalhando em casa, o contato com colegas de trabalho pode ficar bastante reduzido.

 

Dicas para aproveitar melhor o home office

Agora você confere algumas dicas para aproveitar melhor a liberdade do trabalho remoto e se manter produtivo em qualquer lugar.

 

1.Estabeleça uma rotina de trabalho

Sem dúvida, a flexibilidade de horários é uma das grandes vantagens do home office. Porém, estabelecer uma rotina é fundamental para manter a produtividade e a motivação.

Veja algumas orientações para se organizar trabalhando em casa:

  • Tenha um horário fixo para acordar.
  • Tire o pijama antes de iniciar suas atividades.
  • Liste todas as tarefas que precisam ser realizadas durante o dia.
  • Estabeleça até que horas (aproximadamente) você vai trabalhar.

Como mencionamos em outro tópico, trabalhar remotamente, especialmente em casa, exige muita organização e disciplina.

Por isso, é importante tomar cuidado para não dormir demais e desperdiçar tempo. Também é preciso dar sinais ao cérebro de que é hora de produzir (isso acontece, por exemplo,  tirando o pijama).

Além disso, se você não tiver uma lista de tarefas (e se esforçar para cumpri-la, obviamente), fica fácil chegar ao final do dia sem ter feito nada (e sem saber como isso aconteceu!).

Por outro lado, é preciso tomar cuidado para não trabalhar demais e acabar sobrecarregando corpo e mente.

 

2.Tenha um local próprio de trabalho

É importante ter um local reservado para realizar suas atividades de trabalho com conforto e tranquilidade.

Se você pode transformar um dos cômodos da casa em escritório, ótimo. Se não, pode apenas escolher o melhor local para colocar sua mesa de trabalho.

O fato é que ter um lugar exclusivo para trabalhar ajuda muito a se concentrar e manter o foco, quando não temos ninguém por perto para nos cobrar.

E não se esqueça de manter esse “cantinho” sempre limpo e organizado. Porque um ambiente bagunçado favorece a confusão mental e atrapalha seu rendimento.

 

3.Identifique e controle as distrações

Quando trabalhamos sozinhos, é preciso ter cuidado redobrado com aquelas distrações que drenam nosso tempo e arruínam a produtividade.

WhatsApp, redes sociais, um lanchinho, um episódio da sua série favorita…sem falar na cama e no sofá ali pertinho, prontos para um “rápido cochilo”.

Nesse aspecto, dá para incluir a própria família. É importante que eles saibam que não porque você trabalha em casa que está disponível o tempo todo. Coloque limites para que não seja interrompido com frequência.

Em todos os casos, a solução é identificar o que tira seu foco e dar um jeito de controlar. Isso inclui uma boa conversa, como todos que vivem na casa, sobre a importância de respeitar seus horários de trabalho.

 

4.Planeje e facilite sua rotina

trabalho remoto

Invista em planejamento e soluções práticas para economizar ainda mais tempo e ter uma rotina menos corrida.

Planejar suas refeições com antecedência, por exemplo. Assim você não fica naquele dilema de “o que vou comer”, quando a fome bate, nem acaba comendo bobagens.

Você também pode inovar na hora de saborear aquele cafezinho gostoso, que ajuda a estimular a mente e manter a concentração durante sua jornada.

Que tal ter esse pequeno prazer sempre à mão do jeito mais rápido e prático possível, com uma máquina de café em casa?

 

5.Mantenha contato com outros profissionais da sua área

Não importa se você é um profissional freelancer ou funcionário que trabalha remotamente, é preciso manter contato com colegas da sua área.

Seja por meio de reuniões pelo Skype, ida a eventos presenciais ou redes sociais profissionais, como o Linkedin, é preciso se manter informado, trocar ideias e buscar novas parcerias.

Sem um espaço de diálogo e convívio profissional no seu dia a dia, você acaba ficando desatualizado e perdendo oportunidades.

 

6.Cuide do corpo e da mente

O home office pode favorecer o sedentarismo. Então, faça o possível para encaixar alguma atividade física em seu dia a dia, nem que seja uma caminhada leve de 30 minutos.

Além de ajudar a prevenir doenças, o exercício físico regular contribui para melhorar o desempenho cognitivo.

Sobre cuidar da mente, a ideia é encaixar pequenos momentos de lazer no dia a dia e cultivar hobbies. Sem falar nas pausas para descanso, no mínimo a cada uma hora de trabalho contínuo.

Aproveite o descanso para fazer alongamento nos punhos, cotovelo, pescoço e coluna.

Esses cuidados ajudam a ter uma rotina equilibrada e se manter motivado no trabalho solitário.

 

7.Experimente alternativas ao home office

Vale a pena dar uma variada e experimentar novas alternativas para trabalhar remotamente, como os espaços compartilhados ou coworkings.

Esse tipo de espaço já possui uma estrutura montada (computadores, telefone, recepção etc.) e pode ser alugado por horas.

Você também pode escolher algum local tranquilo, como um café ou centro cultural, para levar seu notebook e trabalhar fora de casa.

Assim você quebra a monotonia, encontra outras pessoas e estimula a mente com novas experiências.

 

Conclusão

Como vimos, o trabalho remoto traz vantagens e desvantagens. Mas, seguindo essas dicas, ficará mais fácil se manter longe das armadilhas que colocam tudo a perder.

Com disciplina e empenho, você vai conseguir ter ótimos resultados e deixar para trás as amarras que o trabalho convencional traz.

Aproveite e ajude outras pessoas compartilhando esse artigo!