Category Archives: News

pessoas fazendo plano de negócio

Sua empresa tem plano de negócio? Veja porque ele é necessário

By | News | No Comments

O plano de negócio é fundamental para descobrir se vale a pena levar adiante (ou não) uma ideia de empreendimento. Também permite que a empresa tenha uma gestão mais eficiente, preveja riscos e assim crie medidas de proteção antecipadas.

Porém, boa parte das empresas no Brasil inicia suas atividades sem essa ferramenta básica de planejamento, erro que pode pode levar à morte prematura de um negócio.

Mesmo negócios  que já estão em funcionamento, podem e devem elaborar um plano para que possam se manter e crescer de modo estruturado.

Mas, o que é um plano de negócio, afinal? Para que serve? Veja as repostas para essas dúvidas a seguir e aprenda a elaborar um plano passo a passo!

 

O que é um plano de negócio

O plano de negócio é um documento que descreve de forma detalhada as características de uma empresa e seus objetivos. O documento também precisa conter as ações necessárias para que cada objetivo seja alcançado.

Deve incluir ainda uma análise profunda do ramo de atuação do negócio, produtos ou serviços oferecidos, público consumidor, concorrentes e fornecedores, assim como os pontos fortes e fracos da empresa.

Aqui é importante deixar claro que o plano de negócios precisa se basear em informações e dados de mercado reais para ser efetivo, não pode se limitar a especulações.

 

Para que serve o plano de negócios

O plano de negócio serve para demonstrar a viabilidade de um novo empreendimento e sistematizar seus objetivos e estratégias, servindo como base para a administração da empresa.

Também facilita a comunicação entre todas as partes envolvidas no negócio (sócios, funcionários, clientes, fornecedores, parceiros etc.) e a captação de recursos.

Quando falamos em facilitar a captação de recursos, é porque o plano pode ser usado para conseguir novos sócios ou investidores.

Também é útil na hora de buscar parcerias com fornecedores, clientes, ou até para solicitar uma linha de crédito junto ao banco.

Empresas que já estão em funcionamento igualmente podem se beneficiar desse instrumento para otimizar a gestão e orientar o processo de expansão.

 

Como fazer um plano de negócios eficaz

Elaborar um plano de negócios eficaz exige bastante pesquisa e dedicação, mas não é uma tarefa impossível. Além disso, tudo fica mais fácil quando se tem um roteiro a seguir, certo?

Veja a seguir quais são as partes que devem compor o documento, de acordo com o roteiro proposto pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, o SEBRAE.

Lembrando que devem ser feitas adaptações no plano, de acordo com o porte e segmento da empresa.

Sumário executivo

É um resumo do plano de negócios, no qual devem constar:

  • Os principais pontos do plano negócio, resumidos;
  • Dados do(s) empreendedor(es);
  • Dados da empresa;
  • Setores de atuação;
  • Forma jurídica (MEI, EIRELI, Sociedade Limitada etc.);
  • Regime tributário;
  • Capital social;
  • Fontes de recursos.

Embora o sumário executivo seja a primeira parte do plano de negócio, ele só deve ser elaborado após a conclusão das demais etapas do documento. 

Análise de mercado

A análise de mercado deve focar em três aspectos:

  • Clientes;
  • Concorrência;
  • Fornecedores.

Plano de marketing

  • Descrição dos principais produtos ou serviços da empresa;
  • Precificação dos produtos ou serviços oferecidos;
  • Estratégias de promoção;
  • Estrutura de comercialização (canais de distribuição);
  • Localização do negócio.

Plano operacional

  • Estrutura física (caso o negócio possua);
  • Capacidade produtiva;
  • Processos operacionais;
  • Necessidade de mão de obra.

Plano financeiro

  • Estimativa de investimentos fixos;
  • Capital de giro;
  • Investimentos pré-operacionais;
  • Estimativa de faturamento mensal;
  • Estimativa dos custos de mão de obra;
  • Estimativa do custo unitário de matéria-prima, materiais diretos e terceirizações;
  • Estimativa dos custos fixos operacionais mensais;
  • Demonstrativo de resultados;
  • Indicadores de viabilidade;
  • Lucratividade;
  • Rentabilidade;
  • Prazo de retorno do investimento.

Simulação de cenários

Essa etapa do plano de negócios busca simular o desempenho da empresa em diferentes circunstâncias (favoráveis e desfavoráveis) como:

  • Queda nas vendas/aumento dos custos;
  • Aumento de faturamento;
  • Atraso do início das atividades;
  • Reação da concorrência.

O objetivo da simulação de cenários é preparar o negócio tanto para evitar e superar adversidades quanto para aproveitar oportunidades futuras.

Avaliação estratégica

Nesta etapa deve-se avaliar o negócio utilizando um instrumento conhecido como Matriz F.O.F.A (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças) ou SWOT (sigla em inglês).

Esse modelo analítico simples serve para identificar os principais aspectos favoráveis e desfavoráveis do negócio, visando corrigir deficiências.

Os pontos fortes (forças e oportunidades)  e fracos (fraquezas e ameaças) são distribuídos em quadrantes.

Exemplos de forças:

  • Preços competitivos;
  • Produto ou serviço inovador;
  • Time de colaboradores especializado e motivado.

Exemplos de fraquezas:

  • Falta de recursos;
  • Falta de experiência do empreendedor;
  • Custos de produção elevados.

Exemplos de oportunidades

  • Facilidade de obter crédito;
  • Baixa concorrência;
  • Demanda em crescimento.

Exemplos de ameaças

  • Poucas opções de fornecedores;
  • Escassez de mão de obra especializada;
  • Alta concorrência.

 

Avaliação do plano de negócio

plano de negócio

Com o plano pronto, é hora de decidir se o negócio pode ter início, se manter ou expandir suas atividades.

De qualquer forma, o plano de negócio pode servir como um parâmetro de atuação para a empresa, mas também deve passar por avaliações e ajustes periódicos.

Afinal, o mercado é dinâmico e os negócios precisam se adaptar às mudanças, muitas vezes não previstas no plano.

 

Quem deve elaborar?

O plano de negócios deve ser elaborado pelo próprio empreendedor e seus sócios (caso tenha), pois são as pessoas que melhor conhecem a estrutura do empreendimento.

Além disso, a elaboração do documento é uma oportunidade única de adquirir mais conhecimentos sobre o mercado no qual a empresa atua, possibilitando assim prever e evitar erros.

Afinal, por que é importante ter um plano de negócio?

Para os novos empreendimentos, o plano de negócios serve para avaliar sua viabilidade, facilitar a captação de recursos e nortear a gestão de todos os setores, assim como para prever e evitar erros de gestão.

As empresas que já estão em funcionamento, por sua vez, podem utilizar a ferramenta para otimizar a gestão e crescer de forma sustentável.

Agora que você já sabe qual a importância do plano de negócios e como elaborar passo a passo, aproveite e compartilhe as informações!

 

como fazer entrevista de emprego

Como fazer entrevista de emprego com os candidatos

By | News | No Comments

Como fazer entrevista de emprego? Empresas que não contam com especialistas de Recursos Humanos se deparam com esta dúvida sempre que precisam contratar um funcionário.

Que perguntas fazer, que critérios avaliar, como definir o candidato ideal e outras questões permeiam a gama de incertezas de quem vai realizar as entrevistas, sendo que, em muitos casos, esta pessoa é o próprio dono do negócio.

Se este é o seu caso, continue lendo o artigo até o final para entender como deve ser a avaliação de um candidato do começo ao fim.

Acompanhe para saber mais.

 

Entrevista

Por onde começar o processo de seleção do funcionário?

Antes de começarmos a falar sobre como fazer entrevista de emprego propriamente dita, vamos dar um passo atrás.

Nem sempre o empreendedor tem facilidade de identificar quando é a hora de contratar. Essa decisão deve se basear na real necessidade da equipe.

Comece a observar se as pessoas empregadas estão sobrecarregadas.

Nós últimos meses, houve aumento das horas extras justificadas? Os funcionários reclamaram do excesso de serviço?

Se a resposta de qualquer uma dessas perguntas for sim, é hora de abrir uma nova vaga.

Caso você ainda não tenha funcionários, preste atenção se o acúmulo de funções não está desviando sua atenção do principal: fazer sua empresa crescer e conquistar novos clientes.

Se houver real necessidade de contratação, é hora de começar a pensar no perfil ideal para vaga.

Faça uma lista curta e objetiva do que você deseja que o candidato saiba (conhecimentos técnicos). Inclua apenas o que realmente interessa para a função.

Lembre-se que acrescentar requisitos que não são realmente necessários só vai dificultar a seleção e atrasar o início do funcionário.

Elenque também as competências comportamentais exigidas.

É importante que elas estejam alinhadas com a atividade e com os valores da sua empresa.

Com a listagem dos requisitos em mãos, passe para a próxima etapa.

 

Divulgação da vaga

Divulgar a vaga nos lugares certos é fundamental para preenchê-la rapidamente da melhor forma.

Você pode facilitar a sua busca anunciando a oportunidade em:

  • sites gratuitos de emprego;
  • comunidades específicas da área no Facebook;
  • no LinkedIn;
  • no Sine da sua cidade;
  • em secretarias acadêmicas, no caso de estágios.

Repasse todas as informações cuidadosamente e selecione qual é o e-mail para o qual os currículos devem ser enviados.

 

Como fazer a triagem de currículos

A primeira etapa de seleção dos candidatos é a filtragem dos currículos. Para isso, é importante recorrer novamente à descrição da vaga.

Elimine candidatos que não atendem aos requisitos fundamentais da profissão.

Tome cuidado apenas para não idealizar o funcionário perfeito e desqualificar pessoas que não dominam todas as técnicas pedidas, mas parecem ter potencial.

O ideal é selecionar de três a cinco pessoas para a fase de entrevistas de emprego.

 

Como fazer entrevista de emprego?

A entrevista de emprego tem um papel muito importante na avaliação do candidato. Por mais que você tenha se encantado com o currículo dele, é importante conhecê-lo melhor.

Nada como uma conversa pessoalmente para desfazer mal entendidos e permitir que conheçamos melhor o outro.

Sempre que possível, prefira entrevistas presenciais. Deixe as videoconferências apenas para situações de emergência.

Reserve um dia para fazer a entrevista. Além do tempo inicial de preparação, é de bom tom ouvir o que o candidato tem a dizer sem correria.

No dia e na hora marcada, reserve um local silencioso e tranquilo para conversar com o candidato.

Se a sua empresa tiver um clima mais informal, vale até mesmo preparar um cafezinho para oferecer ao entrevistado.

Certifique-se de ter o currículo da pessoa aberto para qualquer eventual consulta.

Aproveite para salvar também um roteiro de perguntas fundamentais que não podem deixar de ser feitas.

Comece a entrevista de emprego pedindo para o candidato se apresentar, informando sua formação, idade, experiência e motivos pelos quais se interessou pela vaga. Após as respostas, pergunte:

  • Quais são os valores pessoais do entrevistado;
  • Como ele acredita que a experiência dele pode agregar para a vaga oferecida;
  • Que contribuições importantes ele deu para as empresas anteriores;
  • O que ele sabe a respeito da sua empresa;
  • Quais são seus maiores diferenciais de trabalho;
  • O que ele precisa melhorar no dia a dia;
  • Como ele reage em situações de pressão;
  • Se houve alguma vez em que ele teve que mudar os planos para bater as metas – mais uma vez é importante contar tudo com calma;
  • O que o motivou a se inscrever para a oportunidade;
  • Como ele ficou sabendo sobre a sua vaga – assim, você valida os métodos de divulgação selecionados.

 

É importante ressaltar que este é apenas um roteiro básico. Cada empresa possui sua própria realidade, logo, os processos seletivos também devem ser adaptados de acordo com o perfil do gestor e da vaga.

Além de se ater às respostas do entrevistado, é importante ainda ficar atento aos sinais da comunicação não-verbal. O corpo dele pode estar falando mais por si só do que as suas palavras.

Observe qual é a reação dele ao ser perguntado sobre pontos incômodos como, por exemplo, o que ele precisa melhorar. Isso pode ajudá-lo a entender se ele está de fato falando a verdade.

 

Erros mais comuns em processos seletivos

Agora que você já sabe quais são os passos que devem ser seguidos para preencher a sua vaga de emprego, é hora de identificar os principais erros nos processos de seleção.

Saiba quais são eles:

  • contratar candidatos apenas por indicação – sim, as recomendações são relevantes e devem ser levadas em consideração. Contudo, se a pessoa indicada não preenche os requisitos da vaga, ela não deve ser contratada;
  • exigir muito do perfil da oportunidade – não existe candidato perfeito. Dificilmente, você irá achar uma pessoa que atenda todos os requisitos técnicos e comportamentais. Na dúvida, escolha um candidato com as atitudes e condutas que mais agradam você. Afinal, é fácil repassar conhecimento profissional, mas é praticamente impossível mudar comportamento e valores pessoais;
  • exagerar no teste técnico – algumas vagas exigirão que o entrevistado realize um teste prático de conhecimento técnico da atividade. A prática é praxe no mercado. O problema ocorre quando esse teste é, na verdade, uma tarefa que será aproveitada posteriormente pela empresa. Além de antiético, é ilegal se apropriar do trabalho do outro sem permissão e sem a devida remuneração para isso.

 

Como foi permitido notar, é possível ter sucesso na entrevista de emprego e no processo de seleção de novos funcionários seguindo alguns cuidados simples.

Contratar pode ser bem mais fácil quando você tem conhecimento do que pode ou não ser feito.

Reúna as informações com cuidado, conduza a seleção com paciência e colha os frutos no dia a dia, após a efetivação do empregado.

Desejamos boa sorte neste processo!

 

como escolher um sócio

Como escolher um sócio certo para seu negócio

By | News | No Comments

Como escolher um sócio para sua empresa. Você tem essa dúvida e precisa de ajuda para não errar?

Não se preocupe, ao longo do artigo você vai saber tudo o que precisa considerar para fazer a melhor escolha!

Escolher o sócio costuma ser um dos grandes dilemas na vida do empreendedor: de um lado, a necessidade de ter alguém para dividir as tarefas e responsabilidade do negócio, de outro, o medo de escolher mal e ter problemas sérios no futuro.

Não importa se você precisa de um parceiro para começar a empreender ou quer incluir um sócio em um empreendimento já consolidado — sempre é necessário ser cauteloso ao dar esse passo.

Porém, se você tomar certos cuidados antes de formar a sociedade, é provável que tenha sucesso com a escolha.

Confira a seguir o que você deve levar em conta ao tomar essa decisão!

 

Dicas de como escolher um sócio para sua empresa

As dicas abaixo ajudarão você a como escolher um sócio para seu negócio, independentemente do ramo de atuação. São aspectos básicos que precisam ser avaliados antes de iniciar uma parceria de negócios duradoura.

 

Procure alguém com habilidades complementares às suas

Um bom sócio deve agregar conhecimentos e habilidades que você não possui e que são fundamentais para o sucesso da empresa.

Por exemplo, se você possui um perfil mais técnico e tem dificuldade com a parte de divulgação e vendas, o perfil do sócio ideal no seu caso é alguém que entenda de marketing e saiba vender.

Porém, essa característica complementar do sócio precisa ser pensada no longo prazo. Ou seja, seu parceiro de negócios não pode ser escolhido apenas com base em uma necessidade imediata e passageira da empresa.

 

Conheça bem seu futuro sócio

Uma sociedade de sucesso envolve confiança mútua, bom relacionamento interpessoal e valores em comum. Portanto, você precisa conhecer bem a pessoa com quem vai dividir seu negócio antes de fechar a parceria.

Aqui é importante que você entenda como seu futuro sócio se comporta no ambiente profissional: se é ético, tem disponibilidade para reuniões, sabe trabalhar sob pressão, consegue tomar decisões em conjunto, lida bem com feedbacks e tem uma postura proativa.

Sabemos que as pessoas se comportam de maneiras diferentes conforme o contexto. Portanto, é arriscado escolher um sócio que você conhece apenas de situações cotidianas, fora do mundo dos negócios.

 

Alinhe expectativas antes de formar a sociedade

É fundamental que você e seu sócio tenham clareza sobre o que esperam do negócio. Caso contrário, muitos conflitos e frustrações poderão surgir mais à frente.

Um ponto crucial nesse sentido é a questão financeira: em quanto tempo o seu futuro parceiro espera começar a ter lucro? Ele estará disposto a reinvestir dinheiro no futuro para a empresa crescer?

Igualmente é necessário que você e o sócio compartilhem a filosofia que vai nortear o negócio, assim como os princípios de gestão e valores que vão pautar sua atuação no mercado.

A importância do contrato de sociedade

contrato social

Depois de considerar os pontos indicados anteriormente e encontrar o sócio ideal, é hora de formalizar a sociedade, por meio de um documento. Esse documento se chama contrato de sociedade, também conhecido como contrato social.

O mais indicado é redigir um contrato de sociedade exclusivo para sua empresa, contando com a ajuda de um advogado, em vez de pegar um modelo pronto e adaptar.

Além de informações básicas, como dados dos sócios, da empresa e capital social, o documento deve especificar questões como:

• O tipo de sociedade;
• Responsabilidades e tarefas específicas de cada sócio no empreendimento;
• Poderes e limitações de cada um;
• Responsabilidade perante os encargos sociais da empresa;
• Divisão de lucros;
• Qual o procedimento em caso de falecimento ou ausência de um dos sócios;
• Cessão de quotas.

Quanto mais detalhado for o contrato de sociedade, menor o risco de surgirem impasses ao longo da trajetória da empresa.

Isso reforça a importância de redigir um documento individualizado, mesmo que traga um custo.

 

Tipos de sociedade

No Brasil existem 9 tipos de sociedade empresarial. Conheça a seguir os mais comuns e suas principais características:

Sociedade Limitada (LTDA)

• As atribuições de cada membro são limitadas ao seu percentual no capital social da empresa;
• Os sócios podem ser pessoas físicas ou jurídicas, brasileiras ou estrangeiras;
• A administração da sociedade pode ficar a cargo de um terceiro, designado pelos sócios.

Sociedade Anônima (S/A)

• Os sócios são anônimos, ou seja, seus nomes não ficam registrados no contrato social da empresa, por isso podem vender suas ações livremente;

• É um tipo de sociedade mais complexo, com regulamentos e regras de fiscalização próprias.

Sociedade Simples

• Modelo mais básico de sociedade, que pode ser formado por dois ou mais sócios do mesmo ramo de atuação, voltada somente a atividades-fim do setor de serviços;

• Não são registradas na Junta Comercial. Sua constituição deve ser feita no Cartório de Registro Civil de Pessoas Jurídicas.

Sociedade em Conta de Participação

• Apenas um dos sócios é responsável pela empresa, respondendo pessoalmente por sua administração;

• Os demais sócios são apenas participativos, sem responsabilidades administrativas e jurídicas sobre o negócio.

 

3 Erros comuns ao escolher um sócio

Mesmo depois de conhecer os principais aspectos que devem ser considerados na escolha de um bom sócio, é interessante mencionar alguns erros comuns nesse processo:

1.Escolher o sócio apenas por amizade ou parentesco

Como vimos, seu sócio precisa agregar valor à empresa e possuir uma visão de negócios alinhada à sua, além de compartilhar valores. O fato de alguém ser seu amigo ou parente não garante o cumprimento desses requisitos!

2.Ver o sócio apenas como fonte de capital

Há casos em que um dos sócios entra com 100% do capital e o outro apenas com o conhecimento, isso não é um problema em si.

O errado é ver o sócio apenas como um meio de obter capital, sem analisar os demais fatores que devem pesar na escolha.

3.Achar que o sócio vai salvar a empresa

Um sócio pode dar uma nova direção a uma empresa que já está em funcionamento, mas não se deve exagerar nas expectativas.

Afinal, a sociedade é uma parceria, portanto, exige esforço e dedicação de todas as partes envolvidas.

 

Conclusão

Incluir um sócio no negócio não deve ser uma decisão precipitada. É importante avaliar diferentes aspectos antes de escolher uma pessoa para dividir as obrigações e benefícios da sua empresa.

Mas, seguindo as dicas apresentadas, ficará mais fácil encontrar seu sócio ideal.

Depois é só decidir qual o melhor tipo de sociedade e ficar atento à preparação do contrato.

Cuidado também para não cometer aqueles 3 erros comuns ao buscar um parceiro de negócios!

O artigo foi útil para você? Aproveite e compartilhe com seus amigos!

café da manhã saudável

Café da manhã saudável: dicas para começar bem o dia

By | News | No Comments

Tomar um café da manhã saudável garante que você comece o dia mais disposto e cheio de energia para enfrentar o que vier pela frente.

Porém, fica a dúvida: quais são os alimentos mais indicados para a primeira refeição do dia? E quais devem ser evitados?

Sem falar no desafio que é preparar um café saudável em pouquíssimo tempo, antes de sair para o trabalho.

Neste artigo você vai entender porque é tão importante tomar café da manhã e saber quais são os melhores e piores alimentos para consumir, mesmo nos dias mais corridos. Confira!

 

café da manha saudável

Por que é importante tomar café da manhã?

Em primeiro lugar, tomar café da manhã é importante para regular o nível de glicose no sangue, que geralmente se encontra muito baixo após várias horas de sono. Repor a glicose é necessário para que seu cérebro e músculos possam trabalhar da melhor maneira possível.

Além disso, pular o café da manhã contribui para que você exagere no almoço e demais refeições, o que pode levar ao ganho de peso.

O café da manhã (saudável) é ainda a primeira oportunidade de fornecer ao organismo doses de vitaminas, minerais e outros nutrientes indispensáveis para manter sua saúde em dia.

Para quem tem uma rotina muito agitada, pular o café da manhã pode ser tentador. Ainda mais naqueles dias em que você acorda atrasado e precisa se arrumar em poucos minutos para sair de casa.

Porém, tendo em vista os benefícios que essa refeição traz (quando composta de alimentos saudáveis) cada segundo gasto em seu preparo e consumo vale a pena!

Para que fique bem claro, vamos resumir os principais motivos para não pular o café da manhã:

  • Você pode se sentir fraco e sem energia.
  • Favorece o ganho de peso, já que há uma tendência a querer compensar consumindo mais calorias nas próximas refeições.
  • Você perde a primeira oportunidade do dia de abastecer seu corpo com os nutrientes que ele precisa para funcionar bem.

 

Café da manhã saudável: o que comer?

Depois de explicar a importância de tomar café da manhã, é hora de esclarecer a principal dúvida sobre o tema: o que comer (ou não)?

 

Melhores alimentos para o café da manhã

Ovos

Ovos são ricos em proteínas, proporcionando sensação de saciedade prolongada. Logo, consumi-los no café da manhã reduz as chances de acabar “beliscando” alguma guloseima antes do almoço.

Esse alimento também é uma boa fonte de luteína e zeaxantina, antioxidantes que têm efeito protetor sobre a saúde ocular. Contém ainda colina, um nutriente importante para o bom funcionamento do cérebro e fígado.

 

Iogurte natural

O iogurte natural é fonte de cálcio e ajuda a equilibrar a flora intestinal, o que traz diversos benefícios à saúde, incluindo evitar a prisão de ventre e fortalecer a imunidade.

Mas é importante saber escolher um iogurte natural “de verdade”, feito somente com leite e fermento lácteo, sem adição de açúcares, aromatizantes e corantes. Existe a versão integral e a desnatada, que contém menos calorias.

 

Frutas

As frutas de modo geral são excelentes fontes de vitaminas e minerais, além de muito saborosas e práticas de consumir.

Entre as melhores escolhas para o café da manhã temos: frutas vermelhas, abacaxi, abacate, limão, maçã, mamão, banana, melancia, goiaba, laranja, caju e acerola.

 

Pães e torradas integrais

Pães e torradas feitos com farinhas 100% integrais ajudam a fornecer energia ao corpo de maneira lenta e gradual, pois são fontes de carboidratos complexos, que levam mais tempo para se transformarem em glicose no sangue.

Aqui também é preciso ter cuidado e ler o rótulo dos alimentos, pois vários produtos vendidos como “integrais” contêm farinha de trigo branca em sua composição.

 

Café

O café é uma bebida excelente para começar o dia porque ajuda a melhorar o humor, o desempenho cognitivo e ainda traz outros benefícios, como reduzir o risco de desenvolver diabetes e doenças cardíacas.

Na hora de adoçar, prefira os adoçantes naturais (stévia, por exemplo), mel ou açúcar mascavo, em vez do açúcar branco ou adoçante sintético. Ou se acostume a tomar café sem açúcar!

 

Alimentos que devem ser evitados

Achocolatado

O açúcar costuma ser o principal ingrediente dos achocolatados, o que os torna uma péssima escolha para o café da manhã, ainda que supostamente adicionados de “X vitaminas e minerais”.

 

Bebidas de frutas industrializadas

Os néctares e bebidas à base de frutas costumam ter baixo teor de suco natural e adição de açúcar em sua composição. O melhor é optar sempre pelas frutas in natura, inteiras.

 

Pão branco, bolos e biscoitos

O principal problema do pão branco e demais alimentos à base de farinha de trigo refinada é que eles são metabolizados rapidamente, fazendo com que você sinta fome em pouco tempo.

Sem falar que os bolos e biscoitos doces costumam conter doses altíssimas de açúcar e a pior gordura de todas: trans. Seria péssimo começar o dia bombardeando seu organismo com essa combinação!

 

Como ter um café da manhã saudável e rápido

Muitas pessoas até gostariam de tomar um café da manhã nutritivo todos os dias, mas não conseguem por falta de tempo.

A boa notícia é que existem soluções para agilizar as coisas e garantir sua dose matinal de energia e nutrição todos os dias.

A primeira dica é planejar o café da manhã na noite anterior, pois quando você já sabe o que vai comer e tem os ingredientes à mão, tudo fica mais fácil, mesmo com o tempo escasso.

Você já pode cozinhar os ovos e lavar as frutas à noite para o dia seguinte, comprar iogurte natural e pão integral para a semana toda, por exemplo.

E se não der tempo mesmo, o que fazer? Uma saída é levar algo saudável de casa ou comprar no caminho e tomar café no trabalho. Daí é só complementar com aquele cafezinho gostoso da máquina e fica tudo certo!

 

Como vimos, o café da manhã é uma refeição super importante e que quando composta dos alimentos certos traz benefícios a curto e longo prazo.

E você, conhece uma pessoa que nunca toma café da manhã? Compartilhe o artigo e mostre o que ela está perdendo!

 

reunião de trabalho mais produtiva

Como fazer uma reunião de trabalho mais produtiva

By | News | No Comments

Tornar a reunião de trabalho mais produtiva é um grande desafio para boa parte das empresas e profissionais.

Afinal, reuniões inúteis servem apenas para desperdiçar o tempo dos participantes, reduzindo a produtividade geral da empresa.

Sem falar na falta de motivação que esse tipo de situação provoca.

Por outro lado, a reunião pode ser um momento único de troca de ideias, do qual surgem soluções inovadoras. Basta saber planejar e conduzir os encontros.

Neste artigo vamos mostrar os principais erros que transformam as reuniões corporativas em “ralos de tempo” e dar dicas práticas de como torná-las mais produtivas. Acompanhe!

Afinal, para que serve a reunião de trabalho?

Existem diferentes tipos de reunião de trabalho, dependendo do objetivo principal do encontro. Mas, de modo geral, as reuniões servem para trabalhar questões de forma coletiva, num ambiente de colaboração e intercâmbio de ideias.

Tipos de reunião

Os principais tipos de reunião corporativa que podemos distinguir são:

  • De treinamento. Como o nome indica, serve para treinar a equipe em relação a alguma ferramenta, processo, produto ou serviço da empresa.
  • Informativa. Serve para apresentar novas diretrizes, assim como metas e objetivos a serem atingidos pela equipe, estabelecendo o papel de cada colaborador no plano de ação adotado.
  • De tomada de decisões.Quando colaboradores e gestores se reúnem a fim de encontrar soluções para problemas da empresa a partir das opiniões e pontos de vista individuais.
  • De avaliação. Serve para avaliar os resultados coletivos obtidos pela equipe após executar um plano de ação, identificando o que pode ser replicado ou melhorado em situações futuras.
  • Criativa (brainstorming). Proposição de ideias iniciais em equipe, que serve como ponto de partida para a empresa desenvolver novos produtos e serviços.

 

Às vezes, uma reunião pode ter mais de um propósito, ser informativa e criativa ao mesmo tempo, por exemplo.

Erros que devem ser evitados

Os principais erros que devem ser evitados ao realizar uma reunião são:

  • Falta de planejamento.
  • Falta de foco.
  • Falta de consistência.

A falta de planejamento se refere a não definir claramente o motivo da reunião e quais são os resultados esperados.

Já a falta de foco faz com que os participantes fiquem dispersos e o encontro não alcance os resultados propostos.

Estabelecer regras de participação (como não mexer no celular, por exemplo), restringir o número de participantes e o tempo das reuniões pode ajudar a reduzir a falta de foco.

Também é importante dar um feedback corretivo às pessoas que apresentam comportamentos inadequados durante os encontros, como fazer palhaçadas, falar alto demais ou insistir em pontos que já foram resolvidos.

Por fim, quando existe falta de consistência, as ações propostas ao final de cada reunião não são colocadas em prática e é preciso realizar novos encontros para discutir as mesmas questões, num total desperdício de tempo.

 

5 dicas para ter reunião de trabalho mais produtiva

Depois de conhecer os principais erros que prejudicam a produtividade das reuniões, veja cinco dicas práticas para aproveitar ao máximo cada evento.

1.Avalie a real necessidade da reunião

Tem uma frase que virou até estampa de camiseta “Sobrevivi a mais uma reunião que poderia ter sido um e-mail!”.

Isso traduz o grande erro que é convocar uma reunião desnecessária, quando as informações em questão poderiam ser transmitidas por outros meios.

Esse é o primeiro passo para fazer uma reunião de trabalho mais produtiva —  avaliar se a situação realmente exige um encontro presencial.

Considere também se os resultados que se podem ser obtidos justificam o gasto de tempo dos envolvidos.

2.Estabeleça a duração do encontro

Uma reunião sem duração pré-determinada favorece a perda de foco e pode facilmente se estender por várias horas.

Isso porque, quando há um limite de tempo, as pessoas tendem a se concentrar no que realmente importa e a deixar de lado as divagações.

Aplicando a lei de Parkinson nesse caso, podemos dizer que: uma reunião consumirá todo o tempo que for destinado a ela — sejam 15 minutos ou 5 horas! Então, é preciso estabelecer racionalmente sua duração.

Por outro lado, quando a reunião realmente exigir mais tempo, é importante fazer uma pequena pausa para evitar a perda de foco. Dez minutos para ir ao banheiro e pegar um café na máquina são suficientes.

3.Só chame quem realmente precisa participar

Quanto maior o número de participantes de uma reunião, mais fácil fica perder o foco ou extrapolar o tempo previsto.

Por isso, é importante convocar apenas quem realmente pode contribuir com os objetivos do encontro.

Inclusive, essa era uma das técnicas de Steve Jobs para ter reuniões altamente produtivas.

Não se deve chamar colaboradores somente para demonstrar reconhecimento (fazer uma “média”) ou por medo de causar sentimentos de rejeição.

4.Defina e divulgue a pauta com antecedência

Já vimos que a falta de planejamento é um dos grandes obstáculos para uma reunião produtiva.

Então, é preciso determinar de forma clara e objetiva quais assuntos serão tratados e quais os resultados que precisam ser obtidos no encontro.

 

Depois de elaborar a pauta, é hora de enviá-la aos participantes da reunião, para que eles tenham tempo de se preparar e assim possam levar melhores contribuições ao debate.

5.Registre os resultados

Tudo o que foi discutido e decidido pelos participantes precisa ser documentado em uma ata.

Essa ata deve conter basicamente:

  • Data e horário da reunião.
  • Identificação dos participantes: nome e cargo/função.
  • Tópicos abordados. Resumir os principais pontos das ideias apresentadas por todos os participantes, especificando quais foram aproveitados ou não e porquê.
  • Especificar quais foram as conclusões, metas e objetivos obtidos a partir da reunião.
  • Plano de ação. Estabelecer como as metas e objetivos traçados serão atingidos e em quanto tempo, atribuindo responsabilidades específicas a cada participante.

Registrar os resultados evita que os mesmos temas sejam tratados de forma repetida em várias reuniões.

Como vimos, planejamento, foco e consistência são ingredientes essenciais para ter reunião de trabalho mais produtiva.

Ao evitar os erros apontados e implementar as dicas que demos no artigo, com certeza você ajudará a reduzir o desperdício de tempo e a aumentar a produtividade da empresa.

 

Aproveite e compartilhe o texto para ajudar outras pessoas!

trabalho remoto

Trabalho remoto: dicas para tirar o melhor proveito

By | News | No Comments

O trabalho remoto vem sendo adotado por um número crescente de empresas e profissionais.

Tanto que a nova legislação trabalhista regulou essa modalidade, também conhecida como teletrabalho.

Trabalhar remotamente significa prestar serviços à distância, geralmente de casa (home office), utilizando ferramentas digitais de integração e comunicação.

É possível trabalhar em home office sob o regime CLT ou prestar serviços a pessoas e empresas como autônomo (freelancer).

Em ambos os casos, é importante tomar certos cuidados para manter a produtividade e a motivação fora de um ambiente de trabalho tradicional.

Neste artigo falaremos sobre as vantagens, desvantagens e dicas para aproveitar ao máximo o lado bom do home office.

Confira!

trabalho remoto

Vantagens e desvantagens de trabalhar remotamente

Como quase tudo na vida, o trabalho remoto traz vantagens e desvantagens.

 

Principais vantagens

  • Economizar tempo e dinheiro.

A economia vem por não ter que enfrentar o trânsito ao ir e voltar do trabalho.

 

  • Conciliar com mais facilidade vida profissional e familiar.

Isso se aplica especialmente a quem tem filhos.

 

  • Poder levar uma rotina menos estressante e mais saudável.

Devido à flexibilidade de horários e comodidade de trabalhar de onde quiser.

 

Principais desvantagens

  • Maior necessidade de auto-organização.

É preciso ter disciplina para conseguir cumprir metas e evitar a procrastinação.

 

  • Isolamento social.

Trabalhando em casa, o contato com colegas de trabalho pode ficar bastante reduzido.

 

Dicas para aproveitar melhor o home office

Agora você confere algumas dicas para aproveitar melhor a liberdade do trabalho remoto e se manter produtivo em qualquer lugar.

 

1.Estabeleça uma rotina de trabalho

Sem dúvida, a flexibilidade de horários é uma das grandes vantagens do home office. Porém, estabelecer uma rotina é fundamental para manter a produtividade e a motivação.

Veja algumas orientações para se organizar trabalhando em casa:

  • Tenha um horário fixo para acordar.
  • Tire o pijama antes de iniciar suas atividades.
  • Liste todas as tarefas que precisam ser realizadas durante o dia.
  • Estabeleça até que horas (aproximadamente) você vai trabalhar.

Como mencionamos em outro tópico, trabalhar remotamente, especialmente em casa, exige muita organização e disciplina.

Por isso, é importante tomar cuidado para não dormir demais e desperdiçar tempo. Também é preciso dar sinais ao cérebro de que é hora de produzir (isso acontece, por exemplo,  tirando o pijama).

Além disso, se você não tiver uma lista de tarefas (e se esforçar para cumpri-la, obviamente), fica fácil chegar ao final do dia sem ter feito nada (e sem saber como isso aconteceu!).

Por outro lado, é preciso tomar cuidado para não trabalhar demais e acabar sobrecarregando corpo e mente.

 

2.Tenha um local próprio de trabalho

É importante ter um local reservado para realizar suas atividades de trabalho com conforto e tranquilidade.

Se você pode transformar um dos cômodos da casa em escritório, ótimo. Se não, pode apenas escolher o melhor local para colocar sua mesa de trabalho.

O fato é que ter um lugar exclusivo para trabalhar ajuda muito a se concentrar e manter o foco, quando não temos ninguém por perto para nos cobrar.

E não se esqueça de manter esse “cantinho” sempre limpo e organizado. Porque um ambiente bagunçado favorece a confusão mental e atrapalha seu rendimento.

 

3.Identifique e controle as distrações

Quando trabalhamos sozinhos, é preciso ter cuidado redobrado com aquelas distrações que drenam nosso tempo e arruínam a produtividade.

WhatsApp, redes sociais, um lanchinho, um episódio da sua série favorita…sem falar na cama e no sofá ali pertinho, prontos para um “rápido cochilo”.

Nesse aspecto, dá para incluir a própria família. É importante que eles saibam que não porque você trabalha em casa que está disponível o tempo todo. Coloque limites para que não seja interrompido com frequência.

Em todos os casos, a solução é identificar o que tira seu foco e dar um jeito de controlar. Isso inclui uma boa conversa, como todos que vivem na casa, sobre a importância de respeitar seus horários de trabalho.

 

4.Planeje e facilite sua rotina

trabalho remoto

Invista em planejamento e soluções práticas para economizar ainda mais tempo e ter uma rotina menos corrida.

Planejar suas refeições com antecedência, por exemplo. Assim você não fica naquele dilema de “o que vou comer”, quando a fome bate, nem acaba comendo bobagens.

Você também pode inovar na hora de saborear aquele cafezinho gostoso, que ajuda a estimular a mente e manter a concentração durante sua jornada.

Que tal ter esse pequeno prazer sempre à mão do jeito mais rápido e prático possível, com uma máquina de café em casa?

 

5.Mantenha contato com outros profissionais da sua área

Não importa se você é um profissional freelancer ou funcionário que trabalha remotamente, é preciso manter contato com colegas da sua área.

Seja por meio de reuniões pelo Skype, ida a eventos presenciais ou redes sociais profissionais, como o Linkedin, é preciso se manter informado, trocar ideias e buscar novas parcerias.

Sem um espaço de diálogo e convívio profissional no seu dia a dia, você acaba ficando desatualizado e perdendo oportunidades.

 

6.Cuide do corpo e da mente

O home office pode favorecer o sedentarismo. Então, faça o possível para encaixar alguma atividade física em seu dia a dia, nem que seja uma caminhada leve de 30 minutos.

Além de ajudar a prevenir doenças, o exercício físico regular contribui para melhorar o desempenho cognitivo.

Sobre cuidar da mente, a ideia é encaixar pequenos momentos de lazer no dia a dia e cultivar hobbies. Sem falar nas pausas para descanso, no mínimo a cada uma hora de trabalho contínuo.

Aproveite o descanso para fazer alongamento nos punhos, cotovelo, pescoço e coluna.

Esses cuidados ajudam a ter uma rotina equilibrada e se manter motivado no trabalho solitário.

 

7.Experimente alternativas ao home office

Vale a pena dar uma variada e experimentar novas alternativas para trabalhar remotamente, como os espaços compartilhados ou coworkings.

Esse tipo de espaço já possui uma estrutura montada (computadores, telefone, recepção etc.) e pode ser alugado por horas.

Você também pode escolher algum local tranquilo, como um café ou centro cultural, para levar seu notebook e trabalhar fora de casa.

Assim você quebra a monotonia, encontra outras pessoas e estimula a mente com novas experiências.

 

Conclusão

Como vimos, o trabalho remoto traz vantagens e desvantagens. Mas, seguindo essas dicas, ficará mais fácil se manter longe das armadilhas que colocam tudo a perder.

Com disciplina e empenho, você vai conseguir ter ótimos resultados e deixar para trás as amarras que o trabalho convencional traz.

Aproveite e ajude outras pessoas compartilhando esse artigo!

parar de procrastinar

Parar de procrastinar: 11 dicas para você seguir e mudar sua vida

By | News | No Comments

Se você já leu e assistiu muita coisa sobre como parar de procrastinar e acha que nada funciona para o seu caso, não se preocupe, tem solução sim!

Essa palavrinha horrorosa (procrastinação) significa simplesmente aquela velha mania de deixar tarefas para depois.

Quando falamos em tarefas, isso vai desde cumprir prazos no trabalho até cuidados com a casa e a própria saúde!

Algumas pessoas procrastinam apenas em algumas áreas da vida, enquanto outras vivem no caos total por conta desse hábito terrível.

Não importa com qual grupo você se identifica, se seguir as dicas que daremos neste artigo, conseguirá reduzir bastante seu grau de procrastinação.

Confira!

parar de procrastinar

 

Afinal, o que é procrastinação?

Procrastinar significa adiar, protelar alguma coisa, deixar para depois.

A procrastinação passa a ser um problema quando o “deixar para depois” traz consequências negativas.

Por exemplo, se você procrastina no trabalho, acaba fazendo tudo na última hora e às pressas ou estoura os prazos de entrega (e em ambos os casos pode ter consequências negativas).

Ou, alguém que procrastina o check up médico por anos e acaba desenvolvendo uma doença que poderia ter sido facilmente evitada.

A procrastinação nos impede de realizar coisas grandes e pequenas em nossas vidas: desde fazer uma pós-graduação até mudar a cor da parede da sala.

Mas é preciso fazer um esclarecimento importante:

A procrastinação é um efeito, não uma causa em si.

Quais são as principais causas da procrastinação?

Você já deve ter notado que as atividades que procrastinamos geralmente envolvem certo esforço, certo? E são coisas que não nos trazem um benefício imediato.

Dificilmente alguém deixa para depois as coisas fáceis e que proporcionam prazer instantâneo, como sair para fazer compras ou comer no restaurante favorito.

Já aquelas tarefas que não trazem uma recompensa rápida tendem a ser deixadas para depois.

O medo leva à procrastinação

Além disso, o medo é um importante gatilho para a procrastinação. Medo de não saber por onde começar, de fazer mal feito e de ser julgado pelos resultados de determinada ação.

Por baixo de um comportamento procrastinador, muitas vezes está a seguinte ideia: “Já que o resultado pode ser ruim, melhor nem começar!”.

A procrastinação também tem muito a ver com evitar uma dor ou desconforto.

Por exemplo, se a pessoa sabe que aquele relatório do trabalho vai demandar horas de concentração e esforço mental, acaba arranjando uma série de desculpas para não começar.

O grande problema é que isso se torna um hábito: deixar tudo que é de alguma forma trabalhoso ou desafiador para “depois”.

As dicas a seguir vão ajudar bastante a romper esse círculo vicioso da procrastinação em todas as áreas da sua vida.

11 Dicas de como parar de procrastinar

1.Identifique as causas da sua procrastinação

Como vimos, a procrastinação é um efeito. Então, ao perceber que está adiando alguma tarefa, pare e reflita sobre o real motivo por trás disso.

Faça as seguintes perguntas:

  • Por que estou adiando isso?
  • Eu sei o que precisa ser feito?
  • Estou evitando alguma dor?
  • Do que estou com medo?
  • O que vou ganhar ao concluir essa tarefa?

Ao admitir que procrastina, você já deu o primeiro passo para superar o problema e parar de procrastinar. Se fizer essas perguntas cada vez que a vontade de deixar algo para depois surgir, estará eliminando esse hábito pela raiz pouco a pouco.

2.Identifique suas prioridades diariamente

Embora pessoas produtivas consigam realizar muito mais do que procrastinadores durante um dia, a limitação do tempo (apenas 24 horas) é uma realidade para todos

Considerando isso, é preciso estabelecer as tarefas prioritárias de cada dia, de forma realista. Não adianta fazer uma lista de atividades enorme e acabar o dia se culpando por não ter realizado nem um terço.

O importante é criar o hábito de estabelecer e cumprir metas diárias. Todo dia, ao acordar, lembre quais são suas prioridades. E comece a fazer o que precisa ser feito!

3.Divida tarefas complexas em pequenos blocos

Já que a procrastinação é um jeito de evitar uma dor ou desconforto, se a tarefa parece “pesada” demais, é bem provável que a vontade de deixar para depois surja.

Aqui a dica é identificar todas as pequenas ações que somadas levarão ao resultado final. Cada uma dessas ações deve ser encarada como uma pequena meta dentro do projeto maior.

Desse jeito, você aumenta sua motivação ao completar cada meta e consegue avançar até o objetivo final.

4. Premie-se a cada meta cumprida

Sempre que completar uma meta, seja uma tarefa inteira ou alguma de suas partes, permita-se comemorar.

Lembra-se daquele exemplo do relatório complexo que utilizamos? Ao cumprir cada etapa de sua elaboração, faça alguma coisa que lhe dê prazer. Pode ser simplesmente ir até a máquina de café  e saborear aquele cafezinho reconfortante.

5. Deixe a recompensa sempre para o final

Essa dica complementa a anterior. Quem procrastina em geral usa a desculpa de que “vou só (tomar um cafezinho, dar uma olhada no Facebook, comer alguma coisa, checar meus e-mails, a lista é longa…) e depois começo.

Sempre que pensar em usar uma desculpa para procrastinar, tente inverter a ordem. Comece logo a tarefa e transforme a desculpa em recompensa!

6. Adote o lema “(bem) feito é melhor do que perfeito”

Esse é um jeito de lidar com o medo da imperfeição que nos leva a adiar as coisas. Simplesmente comece, sabendo que você terá oportunidades de corrigir erros ao longo do processo.

Pense na sensação de culpa e todos os demais transtornos que a procrastinação vem causando em sua vida.

Você não acha que é um grande erro ter que passar por tudo isso devido a um perfeccionismo exagerado?

7. Identifique as distrações

mulher distraída com o celular

As distrações não são a causa da procrastinação e sim meios que utilizamos para fugir das tarefas que não queremos realizar por algum motivo.

Facebook, e-mails, televisão, amigos desocupados que querem conversar enquanto você está trabalhando e WhatsApp são excelentes desculpas para procrastinar.

Embora as distrações não sejam uma causa em si da procrastinação, é importante que você identifique e controle o que está drenando seu tempo e atrapalhando sua produtividade.

 

8. Cuide do seu corpo

Fica mais fácil realizar as coisas quando nos sentimos bem dispostos. E para garantir energia e disposição diariamente, você precisa proporcionar os cuidados básicos ao seu corpo.

Fazer atividade física, beber água, se alimentar bem e descansar adequadamente é fundamental para ser mais produtivo e parar de procrastinar.

Não caia no círculo vicioso de protelar os cuidados com a saúde com a desculpa da “falta de tempo”.

Isso não faz sentido, já que um corpo saudável faz seu tempo render muito mais!

 

9. Comece a praticar meditação

A procrastinação pode ser resultante de uma mente “bagunçada”, já que a confusão de pensamentos é tanta que impede a pessoa de estabelecer metas e alcançar objetivos maiores.

Aqui a meditação entra como uma espécie de “faxina mental”, que permite organizar as ideias para ser mais produtivo, além de trazer outros benefícios cientificamente comprovados.

Experimente começar do jeito mais simples: sente-se confortavelmente, relaxe seus músculos e conte cada vez que inspira e expira o ar. Faça pelo menos 5 minutos todos os dias e perceba os resultados.

 

10. Use a lei de Parkinson a seu favor

De acordo com o princípio conhecido como Lei de Parkinson, uma tarefa sempre vai consumir todo o tempo disponível para sua realização.

O que isso significa, na prática? Que se você acha que tem o dia todo para uma atividade que poderia ser realizada em duas horas, vai acabar levando o dia inteiro para terminar!

Então, comece a estabelecer prazos (realistas) para todas as suas tarefas. É claro que isso não precisa se transformar numa obsessão, mas é importante que você crie esse novo hábito e que comece a parar de procrastinar agora.

 

11. Comece a aplicar essas dicas agora!

De nada adianta ter chegado até aqui se você procrastinar a aplicação dessas dicas simples em sua vida.

O ideal é que você use todas ao mesmo tempo, mas pode ir testando uma a uma que também surgirão resultados.

A procrastinação é um hábito muito ruim que nos deixa culpados, frustrados e exaustos. Então, não tem desculpa para continuar evitando o seu próprio bem!

 

E se você conhecendo alguém que vive deixando tudo para depois, aproveite e compartilhe agora esse artigo!

 

como ser mais produtivo

Como ser mais produtivo: 4 passos para você aplicar agora

By | News | No Comments

Aprender a como ser mais produtivo pode parecer bem desafiador.

No entanto, acredite, é possível sim conseguir mais resultados em menos tempo.

Sabemos que o dia tem 24 horas para todos, porém, algumas pessoas conseguem produzir absurdamente mais que outras nesse intervalo de tempo.

Por que elas conseguem?

Você quer entrar para esse time?

Então, continue lendo e confira os 4 passos básicos de como ser mais produtivo e se livre da terrível sensação de culpa que a procrastinação traz!

 

Por que é importante ser mais produtivo?

Antes de entrar nas dicas, é preciso que você entenda porque ser mais produtivo é algo tão bom para a vida da gente.

Não importa se o seu objetivo é aumentar a produtividade no trabalho ou simplesmente fazer seu dia render mais como um todo.

Ser mais produtivo tem a ver com aproveitar melhor o tempo, ter a sensação gostosa do dever cumprido e a certeza de que está seguindo os passos corretos naquilo que faz.

Isso tudo combinado acaba dando ainda mais motivação no trabalho.

Para isso, é fundamental saber a diferença entre trabalhar demais e ficar horas demais no trabalho.

Muitas vezes, as pessoas ficam 8, 10, 12 horas no emprego, mas produzem muito pouco por causa de diversos fatores.

O principal deles é o hábito de procrastinar (sim, trata-se de um hábito), deixando tudo para “depois”.

Aliás, quem procrastina, costuma seguir esse padrão de comportamento em diferentes áreas da vida, incluindo os cuidados com a saúde e as finanças.

Logo, a produtividade precisa ser pensada de maneira global, como um estilo de vida no qual o tempo é utilizado de forma inteligente, para fazer o que realmente importa.

Aprendendo a como ser mais produtivo, você ganha tempo, melhora a qualidade de vida e se sente mais realizado.

 

Confira as 4 dicas de como ser mais produtivo

como ser produtivo no trabalho

1- Estabeleça suas prioridades e foque nelas

Não tem como ser mais produtivo se você não começar determinando quais são as tarefas mais importantes a serem realizadas a cada dia.

A partir daí, concentre-se em terminá-las. Para facilitar, inicie pelas que exigem mais tempo e esforço.

É importante ser realista ao traçar suas metas diárias, pois querer fazer muito mais do que você realmente consegue só vai trazer frustração e mais estresse.

Usar uma agenda, online ou de papel mesmo, pode ajudar bastante na hora de organizar seu dia a dia, evitando a preocupação constante em ter que lembrar do que precisa ser feito.

Você pode começar fazendo um planejamento geral na sexta-feira, caso queira ficar o fim de semana despreocupado, ou no domingo à noite.

O importante é estabelecer as prioridades de cada dia da semana seguinte, levando em consideração o tempo necessário para realizar cada atividade e o melhor horário do dia para executá-las.

Todas as manhãs, dê uma olhada em sua agenda e tenha em mente que aqueles são os resultados de curto prazo que você precisa atingir.

E se aparecer algum imprevisto?

Imprevistos sempre podem ocorrer e obviamente haverá dias em que você precisará adiar alguma tarefa planejada.

Porém, é fundamental que você se esforce ao máximo para criar o hábito de estabelecer metas e cumpri-las. Esse é o grande segredo para aprender a como ser mais produtivo.

Conforme você vai se acostumando a fazer o que precisa ser feito no tempo certo, vai ficando cada vez mais motivado e, consequentemente, mais produtivo.

 

2. Identifique e elimine as distrações

Suponhamos que você decidiu colocar o primeiro passo para ser mais produtivo em prática.

Então, no domingo você estabeleceu as atividades prioritárias de cada dia da semana, incluindo trabalho, estudo, tarefas domésticas e cuidados com a saúde.

Só que na segunda, você não consegue fechar o relatório como havia planejado e isso faz com que o cronograma do projeto que começaria na terça atrase.

Daí você fica estressado, porque mais uma vez as coisas estão se acumulando no trabalho e, por isso, para de ler o livro que havia começado na segunda…

Isso causa um efeito, “bola de neve”, com cada vez mais tarefas incompletas, o que leva sua motivação em ser mais produtivo por água abaixo.

Aqui você precisa refletir: o que está impedindo o cumprimento de suas metas diárias, considerando que você calculou bem o tempo que precisaria para atingi-las?

A resposta é: distrações!

Veja alguns exemplos de distrações que sabotam sua produtividade:

  • Redes sociais.
  • Checar e-mails.
  • Pessoas que solicitam sua atenção e tiram seu foco.
  • Ambiente desorganizado.

Esses foram apenas alguns exemplos, você precisa identificar suas próprias distrações.

Pense na última vez em que deixou uma tarefa para depois (e que não foi por conta de um imprevisto), o que fez você perder o foco?

Existem aplicativos que mapeiam seu uso do tempo online, como o RescueTime.

Com eles você pode saber exatamente quanto tempo o Facebook, Instagram, YouTube etc. estão tomando do seu dia.

Outro “ladrão” de tempo é o WhatsApp. A menos que você o utilize como ferramenta de trabalho, não há necessidade de responder imediatamente cada nova mensagem que chega.

Já em relação às pessoas que insistem em interromper sua concentração sem um motivo plausível, é preciso ser sincero e aprender a dizer, “desculpe, não posso falar com você agora, depois conversamos”.

 

3- Organize seu ambiente para ser mais produtivo

Um ambiente desorganizado favorece a bagunça mental. E uma mente bagunçada sabota sua produtividade.

Por isso, procure sempre manter seus ambientes limpos e organizados. Isso inclui desde sua mesa de trabalho até sua casa.

Não precisa exagerar organizando tudo milimetricamente a ponto ficar doente se algo sai um centímetro fora do lugar (acredite, tem gente assim).

Mas crie o hábito de deixar o que mais precisa sempre à mão e o que vai ser utilizado em outro momento guardado em gavetas ou pastas com ordem alfabética ou outro sistema qualquer que quiser utilizar e que facilite encontrar depois o que precisa.

Apesar de todo mundo estar o tempo todo conectado à internet e de haver grandes facilitadores como agendas, fluxos de trabalhos, relatórios e integrações com outras pessoas tudo de forma online, há certos documentos ou informações que, dependendo do seu trabalho, precisam estar em papéis e facilmente à mão.

 

4- Garanta bons níveis de energia física e mental

Para ser mais produtivo, você precisa ter energia física e mental para dar conta de cumprir seu planejamento diário.

Aqui vão algumas dicas para manter seus níveis de energia sempre em alta:

Beba água regularmente

Manter seu corpo hidratado é fundamental para ter disposição, afinal nossas células e tecidos precisam repor a água perdida para funcionar adequadamente.

Pesquisas indicam que a desidratação pode afetar nosso desempenho cognitivo, o que é altamente nocivo à produtividade.

Permita-se descansar

Encare suas horas de sono e descanso como aliados da produtividade.

Para ter energia, é essencial dormir bem, dar pequenas pausas durante a execução de tarefas e tirar pelo menos um dia de folga (de verdade) durante a semana.

Faça exercícios

Não tem jeito, se você quer ter mais energia, precisa se mexer regularmente, nem que seja pelo menos fazendo uma caminhada de 30 minutos quatro vezes por semana.

Uma dica é ir ao trabalho caminhando, caso more perto.

Se vai de ônibus, que tal parar um ou dois pontos antes?

Aposte no poder do café

O café tem propriedades benéficas à saúde e é uma forma prática de elevar rapidamente seus níveis de energia física e mental.

A cafeína exerce um leve efeito estimulante sobre o sistema nervoso central, favorecendo a concentração e o raciocínio.

Então, quando for encarar uma tarefa que exija foco total no trabalho, dê uma passada na máquina de café antes e turbine sua produtividade!

 

Conclusão

Para aprender a como ser mais produtivo basta mapear o que tira o seu foco e tratar de corrigir.

Listamos aqui 4 passos básicos e simples para você começar a implementar agora e já sentir a diferença.

Mas há outras formas de se atingir a melhor produtividade.

O importante é você se conscientizar do bem que faz conseguir ser mais produtivo no dia a dia e ir atrás das soluções.

Aproveite para compartilhar o artigo com seus amigos.

 

o café traz muitos benefícios

Conheça os benefícios do café e aproveite ainda mais esta bebida

By | News | No Comments

Se você é daqueles que não dispensa um café quentinho durante o dia, já deve saber sobre os efeitos estimulantes que a bebida mais consumida no mundo tem. Mas você sabia que os benefícios do café vão muito além daquele up na produtividade e na motivação no trabalho?

Pois é, muita gente não sabe.

Mas a verdade é que a bebida é cheia de nutrientes, além da cafeína, como os antioxidantes, que são responsáveis pela diminuição dos radicais livres, melhorando o equilíbrio celular.

Por isso, preparamos este artigo com várias dicas sobre os benefícios do café para você aproveitar ainda mais a bebida.

 

Benefícios do café para memória e atenção

café ajuda a manter a memória boa

Talvez você não saiba, mas o café também tem um papel importante para melhorar a memória.

Alguns estudos da Universidade Johns Hopkins concluíram que quem toma café regularmente tem uma melhora significativa na memória de longo prazo.

O consumo do café também pode ser responsável por diminuir até os acidentes de carro.

De acordo com um estudo da Universidade de Sydney, os motoristas que tomavam café tinham menos 63% chances de causar um desastre.

Isto, porque a cafeína ajuda a melhorar a atenção, afasta o sono e deixa o indivíduo em estado de alerta.

 

É verdade que o café emagrece?

Sim! Pode comemorar, o café que você toma todo dia é um amigo na hora de tentar perder aqueles quilinhos a mais que insistem em ‘aparecer’ na balança.

Pra começo de conversa, o café sem açúcar tem pouquíssimas calorias.

Habitue-se a tomá-lo amargo mesmo. Pode até estranhar no começo, mas depois começa a perceber o real sabor do cafe.

Além disso, a cafeína é uma das únicas substâncias que ajudam o corpo a queimar calorias de verdade, acelerando seu metabolismo em até 11% e queimando gordura mais rapidamente.

Como ela aumenta o nível de adrenalina no sangue, a cafeína também atua como um termogênico, aumentando os ácidos graxos.

Estes ácidos atuam como combustível, melhorando a performance e até a sua disposição nas atividades físicas.

 

Mais disposição para malhar

Tomar café antes de ir pra academia também é uma boa estratégia. Ingerir uma xícara de meia hora a uma hora antes do treino é o ideal.

Acompanhe os benefícios do café no pré-treino:

• Espanta a sonolência e a preguiça que pode bater antes de ir até a academia;
• Deixa você mais ligado e funciona como um termogênico ‘natural’;
• Melhora a concentração e foco nos exercícios;
• Diminui a percepção de dor muscular e possibilita treinos mais longos e sem interrupções;
• Melhora a circulação e a oxigenação dos tecidos do corpo, aumentando a performance durante os exercícios e possibilitando treinos ainda mais intensos;

 

O café deixa você mais feliz

café deixa as pessoas mais felizes

Sabe aquela sensação de bem-estar que você tem logo após tomar o seu cafezinho? Pois bem, ela é real.

Neste caso, o café aumenta a quantidade de neurotransmissores cerebrais, como a noradrenalina, a dopamina e serotonina, que são os hormônios responsáveis pela felicidade e pelo prazer.

Também existem estudos que comprovam que o consumo regular de café por mulheres foi responsável por diminuir em até 20% as chances de ter depressão.

Então se você estiver se sentindo pra baixo vale dar aquela paradinha na máquina de café pra ver se melhora.

 

Uma pele mais bonita com café

Os benefícios do café, mesmo o café descafeinado, também são conhecidos por quem se preocupa com a beleza.

Não é de hoje que as empresas de cosméticos usam café em fórmulas de seus produtos para pele e cabelo.

Não é por acaso que é tão comum encontrar por aí muitas receitas de esfoliação da pele feita com a borra que sobra do café passado.

Por ser uma bebida rica em oxidantes e polifenóis, o café é excelente para prevenir e retardar o envelhecimento da pele, promovendo seu rejuvenescimento.

 

Benefícios do café para a saúde

Além de ser delicioso, melhorar a concentração, a beleza da pele e tantas outras vantagens, o consumo regular de café também pode ser excelente para sua saúde. Acompanhe:

  • Ajuda a reduzir as doenças do coração

Por muitos anos o café foi taxado de vilão, mas a verdade é que um estudo do Incor comprovou que se tomado em doses moderadas ele é até saudável para o seu coração.

A boa notícia é que são muitos os estudos que comprovam que quem bebe de três a quatro xícaras de café todos os dias, tem quase 20% menos chances de morrer por doenças cardíacas e circulatórias.

Como a bebida aumenta um pouco o ritmo cardíaco, acaba promovendo uma espécie de exercício, que é ótimo para a saúde do coração.

 

  • É um aliado no combate ao câncer

Beber seu cafezinho durante o dia pode ajudar a diminuir, e muito, a incidência de vários tipos de câncer.

Como o café possui muitos antioxidantes, substâncias que evitam a degradação das células do corpo, ele ajuda a prevenir o aparecimento de mutações e tumores associados ao câncer.

Estudos comprovam que tomar até quatro xícaras de café por dia pode diminuir em 15% o câncer no fígado e até 8% do câncer do endométrio.

Além de diminuir as chances de desenvolver câncer de mama, da faringe, próstata e fígado.

 

  • Diminui as chances de desenvolver diabetes

Você sabia que tomar café ajuda na prevenção da diabetes tipo 2, também conhecida como mellitus?

Os antioxidantes e ácidos clorogênicos do café ajudam no metabolismo da glicose no sangue.

A diminuição nas chances de desenvolver a doença chega a 35% para quem toma pelo menos duas xícaras de café por dia, diminuindo progressivamente em quem toma até seis xícaras.

 

  • Reduz chances de desenvolver demência e Alzheimer

Os benefícios do café também estão intimamente ligados aos efeitos que a cafeína tem em alguns neurotransmissores do cérebro, que ajudam a melhorar a memória e mantém afastados os efeitos da demência do mal de Alzheimer.
Quem bebe café regularmente torna o cérebro mais atento e tem até 65% menos chance de desenvolver alguma doença do tipo degenerativa.

 

Conclusão

Como você viu, são inúmeros os benefícios do café para o ser humano. Claro, sempre é bom não exagerar, mas tomando a bebida moderadamente você terá ganho na saúde e no bem-estar.

Escolha o seu café preferido, passado na hora com coador ou de máquina, e aproveite todos os seus benefícios.

moça se serve em máquina de café

Locação de máquina de café: 7 motivos para sua empresa investir nisso

By | News | No Comments

 

Aquela parada para o cafezinho no escritório é ideal para relaxar. Disso, ninguém duvida. Mas você já se perguntou se não seria mais prático investir na locação de máquina de café em vez de ter alguém se preocupando em fazer o café da forma tradicional?

Pois saiba que essa é uma preocupação recorrente de boa parte das empresas que mantém o costume de ter sempre um café quentinho para os funcionários e para os visitantes.

Afinal, o café é a bebida mais consumida no mundo e não é à toa.

O costume brasileiro de tomar aquele cafezinho durante o dia também faz parte da rotina de quase todo escritório e empresa.

Além de ser a bebida preferida durante a manhã, puro ou combinado com leite, o café quentinho também é parte importante nas pausas durante o dia, na hora de receber os visitantes e até durante as reuniões mais importantes.

Além de delicioso, ele também ajuda na concentração e no estímulo.

Até o cheirinho de café recém-preparado aumenta a disposição para atividades que exigem foco e atenção.

Perfeito para quando é preciso dar aquela parada estratégica durante o expediente.

Por isso, separamos sete motivos para provar que nada melhor do que contar com a praticidade da locação de uma máquina de café, para garantir a qualidade de uma bebida sempre quentinha e feita na hora.

Continue lendo.

 

 

 

maquina-de-cafe          locação de máquina de café

1 – Praticidade na hora do café

A máquina de café automática otimiza o tempo de preparo da bebida. Tomar um café quentinho e feito na hora não exige mais do que o ato de apertar um botão e aguardar alguns segundos.

Com a tecnologia encontrada nas máquinas de café espresso disponíveis hoje em dia, não é preciso nenhum treino específico para operar o aparelho.

A reposição dos ingredientes também é super simples e pode ser feita pelo pessoal da copa ou limpeza, ou até mesmo pelos próprios funcionários do escritório.

A empresa ainda ganha na economia de pessoal, afinal não precisa usar o tempo de um funcionário, tirando-o da sua função principal para preparar, adoçar e servir o cafezinho convencional.

 

2 – O preço da locação de máquina de café vale a pena?

Quem gerencia uma empresa sabe que colocar o orçamento na ponta do lápis acaba sendo o fator decisivo na hora de fazer alguma aquisição.

Neste sentido, o custo-benefício do aluguel da máquina de café é bem interessante, principalmente em comparação com quem estava acostumado a usar cafeteira, pó e garrafa térmica.

A máquina acaba com o desperdício de litros de café pronto. Afinal, mesmo dentro da garrafa térmica, o café fica frio com o passar do tempo e boa parte da bebida acaba indo ralo abaixo.

É assim ou não na sua empresa?

É sabido que a garrafa térmica pode perder até 40% do calor da bebida com o passar das horas.

Além disso, se você é daqueles que adoça o café assim que o prepara, sabe que no fim do dia, limpar a parte de dentro da garrafa é ainda pior.

Sua empresa também pode incentivar o uso de canecas no lugar do copo de plástico.

Além de uma economia financeira considerável, a troca é excelente para o meio ambiente.

Faça as contas e descubra como no fim do mês, a locação da máquina de café espresso vai trazer uma redução real de custos para a sua empresa.

 

 3 – Máquina de café espresso e muito mais

A maioria das máquinas de café para alugar tem uma variedade grande de opções diferentes de bebida, dando a cada colaborador ou visitante a possibilidade de escolher a que mais gosta.

A partir de combinações diferentes dos mesmos ingredientes; café, leite em pó e achocolatado, é possível fazer:

  • Capuccino,
  • Mocha,
  • Macchiato,
  • Chocolate quente,
  • Café forte,
  • Café médio,
  • Água quente para chás

 

Outra vantagem das máquinas modernas é que como o processo de preparo é automático, você tem a garantia de saber que a bebida estará sempre igual à que tomou da última vez.

Algumas máquinas automáticas também contam com um reservatório de grãos inteiros de café, que são moídos na hora do preparo, garantindo aos apreciadores da bebida um cafezinho mais saboroso e autêntico.

 

4 – Espaço do café: um ambiente de convivência

Criar um escritório com um clima bom e um ambiente agradável é uma das principais dicas na hora de melhorar a motivação no ambiente de trabalho.

Neste espaço, os colaboradores podem se encontrar para tomar um café, conversar e dar uma pausa estratégica para voltar com mais foco para sua atividade.

E para isso não precisa de muito, basta organizar uma copa, deixando à disposição alguns biscoitos, água e uma máquina de café completa, com opção de várias bebidas quentes.

Também é legal providenciar mesinhas e cadeiras para garantir o conforto e uma pia para manter a limpeza do local.

 

cafe-no-escritorio

5 – Valorize a imagem da sua empresa

Receber os clientes na empresa exige um ambiente acolhedor e convidativo, que ajude a fechar negócios e garanta que eles sempre voltem.

Além de ser queridinha nos escritórios, a máquina de café espresso também faz bonito em uma loja ou showroom.

Outra indicação é o toque especial que dá a salas de espera de clínicas e consultórios e serviços como salões de beleza, pet shops, concessionárias de veículos e uma infinidade de outros estabelecimentos.

Contar com uma máquina de café espresso na empresa mostra aos clientes a sua preocupação com os detalhes e com o bom atendimento.

 

6 – Sempre com o último modelo

Outra vantagem de alugar uma máquina de café, é que, além de pagar pouquinho todo mês, a sua empresa ainda pode trocar de modelo quando quiser.

Você pode contar sempre com a locação da máquina mais atual, trocando por modelos mais novos ou mais adequados, com mais opções de bebidas ou com maior capacidade para acompanhar o crescimento da sua empresa.

Deste modo, você não precisa se preocupar com o custo de compra de uma nova máquina e nem em se desfazer do equipamento anterior sempre que desejar.

 

7 – Manutenção da máquina de café alugada

Quando sua empresa aluga uma máquina de café espresso e outras bebidas, pode ficar sossegada quando o assunto for a manutenção do aparelho.

Caso a máquina de café apresente algum problema, não é preciso correr atrás da assistência técnica e nem ficar dias sem café no escritório.

Se acontecer um imprevisto, seu aparelho é rapidamente arrumado, ou substituído, se for necessário.

Ao contrário do que acontece quando você é dono do equipamento e fica com todo o trabalho e prejuízo, afinal, dependendo do modelo, as peças de reposição podem ser importadas e muito caras, acrescentando um gasto inesperado ao orçamento no fim do mês.

 

Conclusão

Apostar na locação de máquina de café é uma boa ideia para reduzir custos da empresa, tratar bem seus clientes e colaboradores, além de garantir a praticidade e sabor na hora de apreciar um bom café preparado na hora.

Fique atento apenas ao melhor modelo para atender as suas necessidades. Por isso, conte sempre com empresas especializadas no assunto.

Depois, é só curtir toda a praticidade e tranquilidade que a máquina de café traz.