NEWS

Como fazer entrevista de emprego com os candidatos

  • 7 de agosto de 2019
como fazer entrevista de emprego

Como fazer entrevista de emprego? Empresas que não contam com especialistas de Recursos Humanos se deparam com esta dúvida sempre que precisam contratar um funcionário.

Que perguntas fazer, que critérios avaliar, como definir o candidato ideal e outras questões permeiam a gama de incertezas de quem vai realizar as entrevistas, sendo que, em muitos casos, esta pessoa é o próprio dono do negócio.

Se este é o seu caso, continue lendo o artigo até o final para entender como deve ser a avaliação de um candidato do começo ao fim.

Acompanhe para saber mais.

 

Entrevista

Por onde começar o processo de seleção do funcionário?

Antes de começarmos a falar sobre como fazer entrevista de emprego propriamente dita, vamos dar um passo atrás.

Nem sempre o empreendedor tem facilidade de identificar quando é a hora de contratar. Essa decisão deve se basear na real necessidade da equipe.

Comece a observar se as pessoas empregadas estão sobrecarregadas.

Nós últimos meses, houve aumento das horas extras justificadas? Os funcionários reclamaram do excesso de serviço?

Se a resposta de qualquer uma dessas perguntas for sim, é hora de abrir uma nova vaga.

Caso você ainda não tenha funcionários, preste atenção se o acúmulo de funções não está desviando sua atenção do principal: fazer sua empresa crescer e conquistar novos clientes.

Se houver real necessidade de contratação, é hora de começar a pensar no perfil ideal para vaga.

Faça uma lista curta e objetiva do que você deseja que o candidato saiba (conhecimentos técnicos). Inclua apenas o que realmente interessa para a função.

Lembre-se que acrescentar requisitos que não são realmente necessários só vai dificultar a seleção e atrasar o início do funcionário.

Elenque também as competências comportamentais exigidas.

É importante que elas estejam alinhadas com a atividade e com os valores da sua empresa.

Com a listagem dos requisitos em mãos, passe para a próxima etapa.

 

Divulgação da vaga

Divulgar a vaga nos lugares certos é fundamental para preenchê-la rapidamente da melhor forma.

Você pode facilitar a sua busca anunciando a oportunidade em:

  • sites gratuitos de emprego;
  • comunidades específicas da área no Facebook;
  • no LinkedIn;
  • no Sine da sua cidade;
  • em secretarias acadêmicas, no caso de estágios.

Repasse todas as informações cuidadosamente e selecione qual é o e-mail para o qual os currículos devem ser enviados.

 

Como fazer a triagem de currículos

A primeira etapa de seleção dos candidatos é a filtragem dos currículos. Para isso, é importante recorrer novamente à descrição da vaga.

Elimine candidatos que não atendem aos requisitos fundamentais da profissão.

Tome cuidado apenas para não idealizar o funcionário perfeito e desqualificar pessoas que não dominam todas as técnicas pedidas, mas parecem ter potencial.

O ideal é selecionar de três a cinco pessoas para a fase de entrevistas de emprego.

 

Como fazer entrevista de emprego?

A entrevista de emprego tem um papel muito importante na avaliação do candidato. Por mais que você tenha se encantado com o currículo dele, é importante conhecê-lo melhor.

Nada como uma conversa pessoalmente para desfazer mal entendidos e permitir que conheçamos melhor o outro.

Sempre que possível, prefira entrevistas presenciais. Deixe as videoconferências apenas para situações de emergência.

Reserve um dia para fazer a entrevista. Além do tempo inicial de preparação, é de bom tom ouvir o que o candidato tem a dizer sem correria.

No dia e na hora marcada, reserve um local silencioso e tranquilo para conversar com o candidato.

Se a sua empresa tiver um clima mais informal, vale até mesmo preparar um cafezinho para oferecer ao entrevistado.

Certifique-se de ter o currículo da pessoa aberto para qualquer eventual consulta.

Aproveite para salvar também um roteiro de perguntas fundamentais que não podem deixar de ser feitas.

Comece a entrevista de emprego pedindo para o candidato se apresentar, informando sua formação, idade, experiência e motivos pelos quais se interessou pela vaga. Após as respostas, pergunte:

  • Quais são os valores pessoais do entrevistado;
  • Como ele acredita que a experiência dele pode agregar para a vaga oferecida;
  • Que contribuições importantes ele deu para as empresas anteriores;
  • O que ele sabe a respeito da sua empresa;
  • Quais são seus maiores diferenciais de trabalho;
  • O que ele precisa melhorar no dia a dia;
  • Como ele reage em situações de pressão;
  • Se houve alguma vez em que ele teve que mudar os planos para bater as metas – mais uma vez é importante contar tudo com calma;
  • O que o motivou a se inscrever para a oportunidade;
  • Como ele ficou sabendo sobre a sua vaga – assim, você valida os métodos de divulgação selecionados.

 

É importante ressaltar que este é apenas um roteiro básico. Cada empresa possui sua própria realidade, logo, os processos seletivos também devem ser adaptados de acordo com o perfil do gestor e da vaga.

Além de se ater às respostas do entrevistado, é importante ainda ficar atento aos sinais da comunicação não-verbal. O corpo dele pode estar falando mais por si só do que as suas palavras.

Observe qual é a reação dele ao ser perguntado sobre pontos incômodos como, por exemplo, o que ele precisa melhorar. Isso pode ajudá-lo a entender se ele está de fato falando a verdade.

 

Erros mais comuns em processos seletivos

Agora que você já sabe quais são os passos que devem ser seguidos para preencher a sua vaga de emprego, é hora de identificar os principais erros nos processos de seleção.

Saiba quais são eles:

  • contratar candidatos apenas por indicação – sim, as recomendações são relevantes e devem ser levadas em consideração. Contudo, se a pessoa indicada não preenche os requisitos da vaga, ela não deve ser contratada;
  • exigir muito do perfil da oportunidade – não existe candidato perfeito. Dificilmente, você irá achar uma pessoa que atenda todos os requisitos técnicos e comportamentais. Na dúvida, escolha um candidato com as atitudes e condutas que mais agradam você. Afinal, é fácil repassar conhecimento profissional, mas é praticamente impossível mudar comportamento e valores pessoais;
  • exagerar no teste técnico – algumas vagas exigirão que o entrevistado realize um teste prático de conhecimento técnico da atividade. A prática é praxe no mercado. O problema ocorre quando esse teste é, na verdade, uma tarefa que será aproveitada posteriormente pela empresa. Além de antiético, é ilegal se apropriar do trabalho do outro sem permissão e sem a devida remuneração para isso.

 

Como foi permitido notar, é possível ter sucesso na entrevista de emprego e no processo de seleção de novos funcionários seguindo alguns cuidados simples.

Contratar pode ser bem mais fácil quando você tem conhecimento do que pode ou não ser feito.

Reúna as informações com cuidado, conduza a seleção com paciência e colha os frutos no dia a dia, após a efetivação do empregado.

Desejamos boa sorte neste processo!

 

Automatize o serviço de bebidas quentes da sua empresa.

Conveniência e praticidade com a mais moderna tecnologia.
Centro de Excelência em Café Espresso
Deixe que a AB Café resolva isso para você!
Conheça
Curitiba
Tv. Rodolpho Rosenau, 90
Cabral • Curitiba • Paraná • CEP 80035-235

+55 41 3254.5117

Conheça

Ponta Grossa
R. Doutor Paula Xavier, 707
Estrela • Ponta Grossa • Paraná • CEP 84040-010

+55 42 99813.1152

invente